Identifique seus dias férteis para poder agir

Devido à variação nos ciclos menstruais, pode ser difícil saber quando são os SEUS dias férteis, mas já sabemos que esse conhecimento é essencial se você está planejando engravidar. Pode ser cansativo e estressante ver toda a animação para tentar engravidar desaparecer em uma montanha-russa mensal de emoções, assim, identificar seus dias férteis e ter relações sexuais nesses dias (assim como em outros momentos do mês, se vocês quiserem!) pode ajudar a evitar que isso ocorra com você.


Qual é o método preciso para identificar os MEUS dias férteis?

Sua fertilidade é controlada por hormônios naturais, assim, uma forma precisa de identificar os SEUS dias férteis é detectar as alterações nos principais hormônios de fertilidade, ou seja, o hormônio luteinizante (LH) e o estrogênio, usando produtos para testes domésticos simples, como os Testes de Ovulação Clearblue e o Monitor de Fertilidade Clearblue.


 
Produto
Hormônios detectados
Número típico de dias férteis identificados
Testes de Ovulação Clearblue Hormônio luteinizante (LH) 2

Qual é o melhor produto para você? Verifique nossa tabela de comparação


Outros métodos que talvez você conheça

Outros métodos usados normalmente para estimar os dias mais férteis são, por exemplo, os métodos de calendário, de temperatura corporal basal ou de saliva. Eles são menos precisos que o monitoramento de hormônios e têm mais probabilidade de serem afetados por fatores externos, como doenças ou medicações.


Qual método é o mais preciso?

Os Testes de Ovulação tem uma precisão mínima de 99% na detecção do aumento do LH que ocorre de 24 a 36 horas antes da ovulação, assim, são mais precisos que os métodos de calendário e temperatura na previsão dos dias mais férteis. Também são mais rápidos e convenientes de carregar.


  • Utilização do calendário

    Recentes estudos descobriram que o método de calendário prevê corretamente os dias férteis somente em 1/3 dos ciclos.2

    Se você tiver um ciclo menstrual regular, pode tentar prever a ovulação registrando cuidadosamente a duração do seu ciclo. Você precisará registrar a duração do seu ciclo pelo menos por alguns meses para começar a compreender como ele funciona. Se você tiver um ciclo menstrual muito regular, poderá assumir que ovula entre 12 a 16 dias antes do início da sua próxima menstruação. Entretanto, o dia que você realmente ovula ainda poderá variar por vários dias entre os ciclos, mesmo se você tiver um ciclo menstrual regular.

  • Registro da temperatura corporal basal

    Estudos demonstraram que a previsão de dias férteis (em até um dia) usando a TCB é de menos de 70%1

    Esse método usa o fato de que a temperatura corporal basal aumenta em torno de 0,4 a 1,0 °C APÓS a ovulação. Para usar esse método com precisão, a primeira coisa que você deverá fazer toda manhã será medir a TCB antes de se sair da cama e demorará vários ciclos menstruais antes que você consiga perceber a sua janela de fertilidade.

    Como o aumento de temperatura ocorre depois da ovulação, só pode ser usado para prever a ovulação dos ciclos menstruais futuros. Ou seja, você terá que ter um ciclo menstrual muito regular para conseguir perceber exatamente quando será a ovulação no próximo ciclo menstrual a fim de obter o máximo dos seus dias férteis.

    Também vale lembrar que a temperatura corporal pode aumentar por diversas outras razões (incluindo, bebidas alcoólicas, bebidas quentes, movimentos e sono agitado), o que pode se tornar bastante confuso.

  • Observação da saliva

    Algumas pessoas acreditam que a saliva se altera de acordo com a quantidade do hormônio estrogênio em seu corpo e existem kits disponíveis que podem ajudar a monitorar tais alterações. Entretanto, já foi demonstrado que as alterações na saliva são um método duvidoso de previsão de ovulaçãovi. A saliva também pode ser afetada por fumo, bebidas alcoólicas e alimentação.

  • Observação do muco cervical

    Durante o ciclo menstrual, o tipo e a quantidade do muco cervical (uma secreção emitida por glândulas do colo do útero) se alteram. Ele pode ser pegajoso ou elástico, esbranquiçado ou turvo. Ao observar essas alterações, você pode prever quando ovulará, assim pode manter relações sexuais nos seus dias mais férteis.

    A principal vantagem desse método é que melhora a compreensão do seu corpo, tornando-a mais ciente das alterações que seu corpo passa durante um ciclo menstrual. Entretanto, pode demorar até que você aprenda como ‘ler’ as alterações e o muco cervical pode ser influenciado por outros fatores, incluindo infecções, sexo e alguns medicamentos.

  • Dor abdominal - Còlica

    A dor abdominal é percebida em um lado do abdômen inferior e ocorre em mulheres no momento ou em torno do momento em que um óvulo é liberado dos ovários (ovulação). Cerca de uma em cinco mulheres apresentam dor associada à ovulação. A sobrevivência do esperma varia mais, entre 3 a 5 dias, então os dias antes da ovulação e o dia da ovulação em si são seus dias mais férteis - quando é mais provável que você engravide.

    Existem várias explicações para a causa dessa dor na ovulação. Um pouco antes da ovulação, o crescimento do folículo pode forçar a superfície do ovário, causando dor. No momento da ovulação, o fluido ou sangue são liberados do folículo de óvulo rompido, o que pode causar irritação no revestimento abdominal.

    É possível perceber a dor abdominal em um lado em um mês e no lado oposto no próximo mês ou mesmo em um mesmo lado por vários meses em sucessão.

    Os sintomas da ovulação incluem dor no abdômen inferior que é:

    • Em um lado
    • Normalmente dura de alguns minutos a algumas horas, sendo possível durar de 24 a 48 horas
    • Pode ser uma dor acentuada e distinta, como uma cólica
    • Severa